Câncer do fígado: você pode estar na mira

Câncer do fígado: você pode estar na mira

Olá. Espero que você e seu fígado estejam bem. E é pensando nisso que reforço aqui a importante campanha da Sociedade Brasileira de Hepatologia para a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de fígado. Apesar dele não ser tão falado quanto a esteatose e a cirrose, o câncer de fígado não brinca em serviço: ele é o quinto tipo de câncer mais comum em homens e o sétimo em mulheres. Aqui no Brasil, o maior número de casos está nas regiões sul e sudeste. Agressivo, esse câncer leva à morte rapidamente após o início dos sintomas, sendo os mais comuns abdômen dolorido, distendido e com acúmulo de líquidos, perda de peso inexplicada, mal-estar, perda de apetite e icterícia, em que os olhos e a pele ficam amarelados.A prevenção inclui se vacinar contra os vírus das hepatites B, não abusar do álcool nem tomar anabolizantes, remédios e chás de ervas sem orientação especializada. Além de se prevenir de doenças metabólicas, como diabetes, hipertensão, aumento do colesterol e obesidade, o que passa pelo controle do peso e a manutenção de hábitos saudáveis de vida, de alimentação e prática regular de atividade física.Apesar de estar surgindo uma série de novos medicamentos altamente tecnológicos para favorecer o tratamento ao câncer de fígado, o melhor a fazer é se conscientizar dos riscos e evitá-los. Para isso, recomendo que inclua o fígado no seu check-up anual e, na dúvida, consulte um gastroenterologista com título de especialista em hepatologia pela Sociedade Brasileira de Hepatologia. Recado dado, eu fico por aqui. Um abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Precisa de ajuda? Whatsapp