Série Álcool e Fígado – ep. 2: Você tem mais chances de ter cirrose?

Série Álcool e Fígado – ep. 2: Você tem mais chances de ter cirrose?

O álcool torna-se ainda mais nocivo para o fígado que já está prejudicado por alguma doença hepática. Mesmo que ela seja relativamente simples de resolver, como é o caso da esteatose. A gordura no fígado causada principalmente pelo estilo de vida desequilibrado. O que explica porque obesos, diabéticos e sedentários que exageram na bebida tendem a desenvolver cirrose mais rapidamente.
A mesma lógica se aplica à quem tem hepatite. Seja ela do tipo A, B, C, D, E ou autoimune. Afinal, todas têm como característica a inflamação do fígado.
Mulheres alcoolistas também têm risco acelerado para a cirrose. A ciência ainda não esclareceu por quê. Mas, já é certo que há relação com a composição biológica hormonal.
Seja qual for a condição do alcoolista, parar de beber é a única forma de prevenir a cirrose, que é o desfecho final do dano ao fígado pelo álcool. É triste. Mas é a mais pura realidade.
Não deixe a situação se agravar. Consulte um gastroenterologista especialista em hepatologia. Eu fico por aqui. Um abraço, e até o próximo AI, MEU FÍGADO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Precisa de ajuda? Whatsapp